Seja Bem Vindo! Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017
Notícia » Rotary » Notícias
30/07/2013 às 15h01min - Atualizada em 30/07/2013 às 15h01min
60 anos de mídia
Sérgio de Castro, o decano da mídia rotária

Os Bailes

Os Salões

As Orquestras

As Festas e Comemorações

Os Projetos Sustentáveis   


Quando começou a trabalhar na redação da Revista "Vida Rotária", no antigo Largo do Tesouro, centro de São Paulo, Sérgio de Castro tinha 15 anos de idade.

São Paulo preparava-se para ser a  maior metrópole do hemisfério, por isso acompanhou essa saga que empolga até hoje todos os paulistanos e  brasileiros.  O leitor poderá conhecer melhor esta trajetória, acessando neste portal o perfil e outras informações com minuciosos relatos de muitas etapas destas 6 décadas de muita ação, mudanças científicas, técnicas, tendências, moda, costumes,  valores e a história de muitas personalidades que entrevistou, relatou, gravou e fotografou.

Publicações e Atividades
Editou mais de 252 edições da revista "Vida Rotária"  editada pela Fundação de Rotarianos de São Paulo, colaborou com dezenas de  jornais e variadas publicações,  entre elas o jornal Fátima Paulista, por mais de 15 anos. Representante por 20 anos da Brasil Rotário,  revista editada no Rio de Janeiro, exercendo todas as funções na indústria gráfica e editorial.

Convidado pelo presidente Durval Rosa Borges, em 1974, editou o livro do Cinqüentenário do Rotary Club de São Paulo, e também convidado por Cláudio Pereira Jorge colaborou na edição comemorativa especial de 55 anos do clube.

Autor de 3 livros, Juventude e Paz, 1976, Servir Sem Medir,  2004 e Sínteses e Paradoxos, 2011 e Anais da Conferência Distrital 2013.

Relações Públicas, exerceu  essas funções na Federação de Obras Sociais, foi responsável pela coordenação de superlativos eventos no Paladium, Beco e Gallery e outras casas de espetáculos, sempre  com fins beneficentes. Com  3 amigos, seus sócios, no fim da década de 50 e anos 60, organizou  bailes pro-formatura para os principais Colégios e Faculdades da Capital. Ainda fazendo parte dessa sociedade, realizava  3 grandiosos bailes semanais, em portentosa casa, na verdade uma grande mansão que alugou na Rua Henrique Schaumann, esquina com a Rua Cardeal Arcoverde, antes da desapropriação dos imóveis, onde hoje localiza-se a Biblioteca Municipal Alceu de Amoroso Lima.

Durante 4 anos foi promotor dos Bailes de Carnaval do tradicional Clube Piratininga, presidido pelo líder da indústria gráfica e rotariano Jorge Saraiva, durante o período de construção da nova sede da Av. Angélica, bailes realizados no Salão de Festas do Edifício Rotary, Av. Higienópolis, 996 e coordenador, durante mais de 2  lustros, dos Bailes de Formatura de variadas Escolas e Faculdades que em largo  período foram realizados neste local e nos  tradicionais Clubes Homs, Casa de Portugal, Aeroporto, Palácio Mauá, Clube Pinheiros, Paulistano e tantos outros, com a contratação e  participação das grandiosas Orquestras, Silvio Mazzuca, Osmar Milani, Zezinho da TV, Orlando Ferri,  Simoneti, Conjunto do Bolão, maior sax-alto do Brasil e Orquestra Tabajara do  Maestro Severino Araújo do Rio de Janeiro.

Estes bailes foram fomentados e projetados, movidos pela inspiração de um grupo de amigos, jovens dançarinos, do qual fez parte integrante ao lado de Jurema,  oriundos do  Clube Bip-Bop,  pioneiros em Rock  n´ Roll, em São Paulo, do qual participou , a partir de 1956 na sede do Hotel Comodoro na Av. Duque de Caxias, propriedade  do rotariano, fundador do Rotary Club de São Paulo-Santa Cecília,  Paulo Henrique Meinberg

No Rotary fez coberturas em todo o país e no exterior. Sua primeira experiência profissional foi colaborar com a gravação de uma palestra proferida pelo rotariano Nicoláu Filizola, no antigo Hotel Esplanada, onde hoje localiza-se a sede do Grupo Votorantim, em fevereiro de 1954, quando este notável rotariano apresentou o plano para a realização da Conferência Rotária Ibero-Americana que foi realizada na Capital, em comemoração ao 4° Centenário da  Cidade de São Paulo

Trabalhou por mais de 40 anos na Fundação de Rotarianos de São Paulo, Lar Escola Rotary e Colégio Rio Branco, em vários setores da administração, contabilidade, assessor da Diretoria e Presidência e Editor das principais publicações rotárias por um largo período.

Após a sua aposentadoria na Fundação de Rotarianos de São Paulo,  continuou durante muito tempo como Consultor, permanecendo sempre  na divulgação rotária, Em 1991 iniciou as Colunas “Vida Rotária” e  Vida&Notícias no Grupo 1 de Jornais, que edita entre outros, o jornal Gazeta de Pinheiros, convidado pelo jornalista Oduvaldo Donnini, também rotariano e fundador de duas unidades rotárias, Rotary Caxingui e Rotary-Morumbi.

Presidente do Rotary Club de São Paulo-Sumaré, em 1996-97 e 2010-11. Várias alternativas rotárias, fizeram com que também durante algum tempo fosse associado aos Rotary Clubs de São Paulo, Jardim das Bandeiras e República, retornando ao seu clube de origem, Rotary Club  de São Paulo-Sumaré.

Na década de 60 foi um dos pioneiros na grande movimentação religiosa em São Paulo, no Brasil e na América Latina, "Cursilhos de Cristandade", sendo dirigente por muitos anos, sob a inspiração do padre espanhol,  Xavier Ibarra,   que trabalhou essa idéia a partir da Ilha espanhola de Palma de Majorca, ao lado dos prelados, Cardeal  Agnelo Rossi e Cardeal  Paulo Evaristo Arns, ombro a ombro com lideres de todas as áreas, políticas, militares, empresários e sociedade civil, com a participação de notáveis rotarianos também, Maximiliano Ferber, Paulo Rossi Pinto, Antonio José da Costa e Paulo Viriato Correa da Costa e muitos amigos como Pedro Quintanilha, José Catarinácio, Octávio Nagalli, e o Comandante do Batalhão de Choque, Cel. Renato Peres  e Flavio Antonio Noschese, todos, sem exceção, especialistas  na Encíclica do Concíclio do Vaticano II, com certeza o maior documento da Igreja Católica em todos os tempos que,  o já consagrado Papa Francisco  pretende reabilitar, como deve ser.

Foi presidente da Associação de Pais e Mestres do Centro Educacional SESI 071, no Sumaré, colaborando na fundação de mais 30 unidades em São Paulo e outros Municípios. Foi Tesoureiro, Secretário e Presidente do Conselho de Pastoral do Santuário Nossa Senhora de Fátima e ao lado de sua esposa Jurema, contribuiu para a legalização e os estatutos preconizados pela Arquidiocese de São Paulo, em vista das prerrogativas do Concílio do Vaticano II, com os Sacerdote da Ordem Terceira Regular  de São Francisco no Brasil e Párocos, Frei Elias Más, Frei Armando José Rey,  Frei Alain Hévin, Frei Yves Terral e Frei José Maria Botelho

Teve a feliz oportunidade de contribuir com a construção de 2 prédios destinados à região da zona Oeste de São Paulo, edificados com a atuação firme de muitos lideres da comunidade e dos Senhores Sacerdotes, em seus respectivos períodos, em  25 de junho de 1975 para a Escola - Centro Educacional 071 – SESI,  projeto sempre sonhado pela comunidade e em 13 de junho de 1990 com a conclusão do majestoso Centro de Atividades Paroquiais, em ambos os casos,com o decidido apoio de sua saudosa esposa, Jurema Patella de Castro

Foi Coordenador, por 28 anos seguidos do Evento "Festa de Maio", na semana do dia 13 de maio, grandiosa manifestação de fé e alegria que dá especial relevo à Colina do Sumaré e ao primeiro Santuário construído no mundo depois de Portugal. 

Foi secretário e responsável pela divulgação à Mídia da Comissão (Católica) Cristã de Aids e Comissão Nacional Católica Cristã de Aids e Bioética, órgãos assessores formados pela Arquidiocese de São Paulo e Hospital das Clínicas da FMUSP,  com a participação de D.José Benedito Simão e D.Odilo Pedro Scherer, pela Igreja e os Professores Dr. Vicente Amato Neto e Jacyr Pasternak, mestres em medicina e  eminentes médicos infectologistas -  de 2006 a 2012

Graduado em cursos promovidos pelo Instituto de Medicina Tropical, em prevenção de Aids e Drogas e Moléstias Tropicais, dirigidos pelos médicos e Professores Marcos Boulos e Vicente Amato Neto, participou na divulgação  de dezenas de eventos de prevenção,  sobretudo promovidos pela Federação de Obras Sociais e Prosan, pro-saúde mental, presidida pelo rotariano e Governador Distrital, 1974-75, Gino Pereira dos Reis e  apoio da Rádio Jovem Pan e Jornalista Izilda Alves.

Concluiu o curso de Teologia na PUC-São Paulo, 1971-74 núcleo do Mestre em Teologia,  Professor, Padre José Edenio Reis Valle

Na instituição rotária cobriu Seminários, Congressos, Reuniões, Conferências Distritais no Brasil e no exterior, tendo participado de 25 Convenções Mundiais do Rotary, desde 1978 quando compareceu à Convenção de Tóquio, Japão

No Rotary foi também Coordenador da Comissão de
Reestruturação da Revista “Vida Rotária”, presidida pelo Governador Eduardo de Barros Pimentel em  1985-1988. Editor, em parceria com o rotariano João Rotschild, da Empresa Brindes Pombo de uma coleção  exclusiva de agendas, produzidas  em couro alemão e oferecidas aos visitantes do exterior  inscritos na Convenção de 1981

Indicado pelo então Presidente da Fundação de Rotarianos de  São Paulo, José Ermírio de Moraes Filho, organizou o estande desta entidade na  Casa  da Amizade da Convenção Mundial de Rotary International no Anhembi em São Paulo, em maio  -  junho de 1981 com o apoio do Chairman e do  Vice-Charmain do clube anfitrião, respectivamente,  Paulo Viriato Correa da Costa e Norton A. Severo Baptista

Esteve engajado desde a década de 60 na Associação Cristã de Moços e por indicação dos rotarianos Mário Frugiuele e Mário Amato, figuras históricas desta instituição mundial, atuou  a princípio como profissional na área  de comunicação, com João Nogueira Lotufo, secretário geral  e como voluntário, tendo servido por muito tempo na Diretoria da Unidade de Pinheiros e presidiu a comissão comemorativa de 50 anos da ACM- Pinheiros em 2008, durante a gestão de  José Antonio Figueiredo Antiório,  Presidente da Federação Brasileira das ACM

Proferiu centenas de palestras em todos esses ambientes.

Atualmente é âncora do Programa "Os Imigrantes”, transmitido todos os domingos pela Rádio Trianon,  AM -740 KM, das 19 às 20 horas.

 

Declaração assinada por Adalberto Bueno Netto, governador em 1948-49, emérito escritor e empresário

 

 

Declaração assinada por Jorge Eduardo Saraiva, um dos líderes da indústria gráfica e livreira no país


 

Apresentamos aos leitores aproximadamente 4 fotos por década.

É evidente que trata-se apenas de  uma pequena parcela do enorme movimento rotário de nossa região, iniciado em fevereiro de 1924.

Milhares de outras imagens, filmes e fotos, mostrando esse riquíssimo repositório, devidamente preservado, sobretudo do acervo da antiga revista “Vida Rotária” que tive a grande honra em preservar como  fiel depositário, durante mais de 11 anos, fazendo a entrega total, sem nenhum pagamento ou vantagem para o Museu Armando de Arruda Pereira da Fundação de Rotarianos de São Paulo,   devidamente documentado por instrumento assinado por mim e pelo Presidente da Fundação, Eduardo de Barros Pimentel, em 6 de junho de 2009.

Legendas por mim, digitalizadas, conservadas e arquivadas pela equipe da Biblioteca do Colégio Rio Branco, Higienópolis, encontram-se à disposição de todos para consultas, conhecimento e  manutenção da verdadeira história dos projetos de sucesso e da trajetória do rotarismo  paulistano, paulista, brasileiro e mundial. Nossa homenagem a todos que realizaram essa “sagrada missão”.

 

Praça da República, no dia 8 de abril de 1936, em primeiro plano, da esq.p/dir. Armando, Paul Harris e Jean, Pierre Cahen e Octávio de Sá Moreira, de gravata borboleta, empresário pioneiro, presidente da Empresa Vidraria  Santa Marina, depois Saint Goban,  rotarianos notáveis, que entre tantos outros,  assinalaram para  sempre a grandeza do Rotary em São Paulo, dignos afilhados do padrinho, Rotary Club do Rio de Janeiro, primeiro clube brasileiro.

Documento inesquecível, vemos nesta foto histórica, no dia 8 de abril de 1936, na Praça da República, Centro de São Paulo, a presença de Paul Percy Harris e sua esposa Jean, planta um Pau Ferro, ao lado de rotarianos, senhoras, familiares crianças  e convidados. Ao centro ao lado de Paul Harris, Armando de Arruda Pereira, Carlos Pacheco Fernandes, Presidente do clube, Hermínio Gomes Moreira, um dos fundadores do clube, em 24 de fevereiro de 1924, Décio Ferraz Alvim, Octávio de Sá Moreira e também o insuperável rotariano, consideravelmente muito além do seu tempo, médico e cirurgião ambi-destro, escritor de raro talento, jornalista por opção, amigo e confidente de Paul com quem mantinha permanente correspondência ao lado de Chess Perry, tido como o construtor do Rotary, como assim era nomeado pelo fundador Paul Harris. Eurico foi ainda pioneiro da mídia rotária e segundo os verdadeiros historiadores dos primórdios do rotarismo paulista e brasileiro, foi quem teve a idéia e estimulou o Rotary Club de São Paulo a pensar no projeto Fundação de Rotarianos de São Paulo. Tive a honra e o enorme privilégio de interagir com Eurico, pessoalmente, em seu consultório no Sanatório São Lucas, Rua Pirapitingui, bairro da Liberdade em São Paulo, tendo também merecido a sua indicação para profissionalmente, transferir a sua portentosa revista “Anais Paulista de Medicina” que dirigiu por um enorme tempo, à Real e Benemérita Portuguêsa de Benificência, diretamente ao Presidente Antonio Ermírio de Moraes por quem fui contratado por 1 ano para este mister, tendo entretanto, permanecido por mais 4 anos, até a publicação ser finalmente entregue, era essa a minha missão, aos cuidados dos funcionários da casa que tive a honra de treinar. Como dizia o grande  Eurico, “o maior projeto do Rotary está sempre na mente e no coração do rotariano”


Evento no Lar Escola Rotary, primeiros tempos da Fundação de Rotarianos de São Paulo, fins da década de 40, vendo-se o Presidente Álvaro Machado, seu filho Alexandre, o representante do Cardeal Mota da Arquidiocese de São Paulo,  Padre Hidalgo e o Diretor e benemérito Niso Vianna, que conjuntamente com seu irmão Genuino e família, fez a doação da área de 100.000 metros quadrados à Fundação de Rotarianos de São Paulo, santa missão


Dezenas de ônibus levando crianças de várias creches e instituições, no fim da década de 40 e começo dos anos 50, para participarem da Festa de Natal promovida pelo Rotary, no Ginásio do Pacaembu, em dia inteiro de atrações, divertimento e muitos presentes. Destaca-se, nesta foto, em primeiro plano, fiscalizando a movimentação, o Governador Affonso Vidal, com as mãos à cintura, realmente notável.


Primórdios do Lar Escola Rotary, em Cotia, apresentação de evento com a presença da mídia  e do radialista Murilo Antunes Alves, mais tarde associado ao Rotary Club de  São Paulo-Sul. Ao  microfone, o professor e Governador Nicoláu Filizola, vendo-se à direita o Maestro Manoel Vitorino da Silva, funcionário da Fundação de Rotarianos, trabalhando no Lar Escola Rotary. Manoel foi muito dedicado e reconhecido em Cotia, merecendo um logradouro em sua homenagem no Município de Cotia.


Herbert J. Taylor e esposa,  autor da Prova Quádrupla, desembarca em São Paulo, sua presença valorizou a Conferência Rotária Ibero-Américana em comemoração ao 4ª Centenário de São Paulo.

Clube Homs, na avenida Paulista, ficará para sempre nos Anais do rotarismo paulista e brasileiro, em abril de 1954, em comemoração ao 4º Centenário de São Paulo, o Presidente de Rotary International, Herbert J. Taylor prestigiou o grande evento, participando também da Conferência Rotária Ibero-Americana comemorativa da grande festa de São Paulo.


Na empresa Brindes Pombo, pioneira e mais distinguida empresa de brindes brasileira, em 1981, editou a grandiosa agenda em homenagem à Convenção de São Paulo, distribuída a todos os visitantes do exterior. Na foto o Diretor João Rotschild, recebe na então sede da empresa na Al.Jamaris, em Moema, o coordenador da publicação, Sérgio de Castro.


Yara Aprile e Iscandar Tayar, presidente do Rotary Club de São Paulo-Moóca,clube da Governadoria, ano rotário 1979-80, Distrito 461, foto da posse em junho de 1979, no Edifício Rotary, Governador do Distrito 4430 em 1993-94, campeão em arrecadação para a Fundação Rotária, durante vários anos, também foi o primeiro rotariano que pensou em homenagear com o Título Paul Harris, um funcionário gestor de  entidade pararorotária.


Observado pelos Sargents em Arms, como são conhecidos os auxiliares do Protocolo de uma convenção Mundial, a Senhora Carmen Prudente, Presidente da Liga Paulista de Combate ao Câncer, oradora de uma das sessões, concede entrevista para o representante da mídia rotária, Sérgio de Castro no Anhembi, maio-junho de 1981, São Paulo.

Edson Arantes do Nascimento, Pelé, teve um grande reconhecimento, sendo homenageado com o Título Paul Harris, recebido de Paulo Viriato Correa da Costa, chairman do grande evento que reuniu mais de 17.000 pessoas no transcurso da Convenção de São Paulo em 1981.


Sala Vip, Convenção de São Paulo, em 1981, da esq.p/ dir. Maximiliano Ferber, Domingos Mantelli Neto, Presidente da Paulistur, Governador do Estado de São Paulo, José Maria Marin, Carlos Alberto Hernández e o Mexicano Carlos Bolio, Diretor de Rotary International.


José Maria Marin, Governador do Estado de São Paulo, no fim de maio e começo de junho de 1981, no Anhembi, no cenário da Convenção de Rotary International, em São Paulo, é entrevistado pela Jornalista Eleonora Paschoal.


Jornalista Sérgio de Castro, entrevista Thomaz Francisco Bastian, em 1979-80, em  Poços de Caldas, presidente do Rotary Club de São Paulo-Sumaré, que em sua história proporcionou  3 Governadores, Nelson A. Célico, Nelson Weingrill e Willy Gross.


Evento do Camp Pinheiros, rotarianos e colaboradores, no ínício da década de 80, em primeiro plano, à direita, Joaquim Lourenço, figura que ficará para sempre na história do Camp Pinheiros,  figura proeminente e exemplo de rotariano.


Primórdios do Camp Pinheiros, entre antigos colaboradores e rotarianos, vemos ao centro, promovendo o protocolo da reunião,  Carlos Taufik Haddad, em primeiro plano, à direita o valioso e  esteio do Camp Pinheiros, o  médico e modelo de rotariano, Joaquim Lourenço.


Conferência Distrito 461, em Poços de Caldas, 1979-80, da esq. p/ dir. Waldis Dellamanha, Nelson A. Célico, Wander Martins e Thomaz Francisco Bastian.


Conferência do então Distrito 461, em Poços de Caldas, ano rotário 1979-80, Governadoria de Eulógio Emílio Martinez, associado ao Rotary Club de São Paulo-Moóca,  vemos em reunião na Prefeitura da cidade, os jornalistas Sérgio de Castro, editor de revistas rotárias e Carlos Taufik Haddad do Rotary Club de São Paulo-Alto de Pinheiros.


Câmara Municipal de São Paulo, sessão em homenagem ao 80 Aniversário do Rotary, fevereiro de 1985, Miss São Paulo,  Solange Alves Correia  e Sérgio de Castro.


Reunião de Diretoria da Fundação de Rotarianos de São Paulo em homenagem a Oscar Pereira Machado, um dos expoentes das letras rotárias, Presidente do Rotary Club de São Paulo. Oscar foi também durante largo período Diretor Superintendente do Colégio Rio Branco, vemos da esq.p/ dir. Décio Fernandes de Vasconcellos, Lola Machado, esposa de Oscar Pereira Machado, Presidente José Ermírio de Moraes Filho, Carlos Alberto Hernández e José Carlos Bosísio.


Rotary Club de São Paulo-Oeste, fim da década de 70, no Edifício Rotary, presidência de José de Mello Pimenta, primeiro à esq. em sequência Mário de Thomaz e William Roberto Marinho Lutz, diretor superintendente da  São Paulo Light and Power e presidente do Rotary  Club de São Paulo.    Na tribuna o rotariano Dimas de Mello Pimenta, com um relógio à mão, com certeza falando sobre o tema “Indústria Relojoeira”, um dos maiores expoentes do mundo na tecnologia da precisão, fundador da Tagus e Dimep, tem em seu filho Dimas de Melo Pimenta, o grande continuador desta obra orgulho da indústria brasileira, com o Museu do Relógio, na Av.Moffarej, 840, no bairro da Vila Leopoldina, em São Paulo.


Inauguração do Centro Esportivo do Sesi, na Vila Leopoldina, início da década de 80, em homenagem a Mario Amato,  associado número 1 do Rotary Club de São Paulo ao microfone, agradecendo, ao lado de muitos amigos e  convidados, vendo-se em primeiro plano da esq.p/ dir. Guilherme Afif Domingos, Deputado José Salvador Julianelli, Rapahel Noschese,  Luiz Eulálio de Bueno Vidigal e Wilson Sampaio.


Palestra de Sérgio de Castro no  Rotary Club de São Paulo-Alto da Moóca, tema “História do Rotary em São Paulo”, dia 15 de dezembro de 2005, presidência de Ronaldo Anselmo Carvalho, Diretor de Programas Algis Waldemar Zuccas.


Amigos reunidos em comemoração às Bodas de Ouro de Ana Carmelita e Nelson Weingrill, em 2005, vemos no Buffet Baiúca, Rua Maranhão, da esq.p/ dir. Sérgio de Castro, Nívio Terra, Eduardo de Barros Pimentel, Nadir Zacarias, Nelson Weingrill, Lourenço Fló Jr., Nahid Chicani, José Alfredo Pretoni e José Antonio Próspero Puoli.


Marco Rotário na Praça da Liberdade, construido sob os auspícios do Rotary Club de São Paulo-Liberdade, em homenagem, também, à visita de Hiroji Mukasa, Presidente de R.I .em 1982-83, com o portentoso Lema: “Criemos pontes de amizade em todo o mundo”.


Reunião que assinala em 1972, o quarto aniversário do Rotary Club de São Paulo-Moóca, fundado em 28 de fevereiro de 1968, vendo-se os presidentes apagando as 4 velinhas.


Em primeiro plano Governador Antonio José da Costa e Vereador Alfredo Martina, figuras notáveis do rotarismo brasileiro, estimuladores e criadores da Lei Municipal em Homenagem ao Dia do Rotary, evento que valoriza e  engrandece a instituição em um dos maiores parlamentos do mundo.


Foto histórica, uma das primeiras reuniões preparatórias do Rotary Club de São Paulo-Liberdade, fundado pelo Club padrinho, Rotary Club de São Paulo em 24 de março de 1976, segundo o Governador Dante Galvanese Amato, um dos primeiros presidentes deste importante clube do Distrito 4430, quando proferi palestra em sua gestão “Sérgio, este clube marcará época”, é o que assistimos recentemente na grandiosa recepção e programação proporcionada ao Presidente Sakuji Tanaka, em fevereiro de 2013.

 



 

 

 

 



Fonte: Sérgio de Castro
    6309 Exibições
    Comentários
      Postado por: Rosa Maria Martins Alves
      rommalves@gmail.com
      13/10/2013 - 21:22:27
      Comentário: Parabéns por este grandioso trabalho de dedicação, solidariedade, exemplo para todos os rotarianos. Paz, saúde e grandes realizações no futuro.
      Postado por: Elazier Barbosa
      elazierbarbosa@hotmail.com
      20/09/2013 - 20:17:22
      Comentário: Olá Sérgio de Castro, bela restrospectiva, Parabens! por favor entre em contato comigo. elazierbarbosa@hotmail.com abraços
      Postado por: Elazier Barbosa
      elazierbarbosa@hotmail.com
      21/08/2013 - 11:10:40
      Comentário: Olá meu querido Amigo Sérgio, lendo todo esse material que expõe uma vida de uma pessoa envolvida em eventos sociais,sempre procurando se atualizar e escrevendo livros para dividir seus conhecimentos, só me leva a dizer: foi um grande prazer ter conhecido você no Programa os Imigrantes Continue com o seu sucesso, meu Amigo Sérgio Sinta-se abraçado Elazier Barbosa
    Páginas:
    1
    Deixe seu comentário:
    Nome:
    Email:
    Cidade/Estado:
    Sua Mensagem:
    Notícias Relacionadas