Seja Bem Vindo! Quinta-Feira, 21 de Junho de 2018
Notícia » Igreja » Homenagem
22/05/2018 às 17h27min - Atualizada em 22/05/2018 às 17h27min
Deus é Jovem
Papa Francisco Atual e Verdadeiro

Thomas Leoncini, teve uma conversa, conforme ele diz,  em seu  livro Deus é Jovem , na verdade uma entrevista memorável em uma sala no piso térreo da Casa Santa Marta. Disse o autor, "recordo no  momento exato e lembro perfeitamente o seu olhar iluminado por um brilho, como se quisesses, juntamente com as palavras, transmitir algo profundo e libertador ao mesmo tempo. Estávamos no quinto encontro para a preparação deste livro".

Trata-se de obra maravilhosa, aborda entre outros o tema poder, respondendo com ardor a pergunta, "Então, na prática, quem  tem tanto poder o que deveria fazer ? Responde com prudência, mas convicto, 15 doenças muito perigosas para as pessoas, a primeira sentir-se imortal ou mesmo indispensável: A segunda o materialismo, o excesso de atividades; A terceira doença é o endurecimento mental e espiritual´, próprio de alguém que tem um coração de pedra e uma "cabeça dura" A quarta é a exagerada organização e de funcionalidade. A quinta doença é a má coordenação: é como se o pé dizesse ao braço; Eu não preciso de você", ou a mão dizesse à cabeça "Quem manda sou eu", causando desconforto e indignação. A sexta disse, é o esquecimento da própria história pessoal com o Senhor do primeiro amor. A sétima é a da rivalidade e da vanglória.A oitava é a esquizofrenia existencial, típica de quem leva uma vida dupla,  fruto da hipocresia do medíocre e do vazio espiritual que diplomas, honras ou títulos não podem preencher; A nova doença é da conversa, do murmúrio, da fofóca. A décima é a de divinizar os chefes. A décima primeira doença é a indiferença em relação aos outros;  A décima segunda doença é da cara de enterro, ou seja das pessoas rudes e carrancudas, que acham que ser  sério é pintar o rosto com melancolia e severidade.. A décima terceira doença é "comprar por comprar , o consumismo. A décima quarta doença é a dos circolos fechados, onde a adesão ao grupo se torna mais forte do que ao próprio Cristo. A última doença sobre a qual gostaria de falar, disse o Papa Francisco, é a do benefício mundano, do exibicionismo, quando a pessoa transforma seu serviço em poder e seu poder em mercadoria para obter benefícios mundanos e ainda mais poder. 

Parabéns à Editora Planeta e que a esta órbra alcance a repercussão  que merece.

 

 

 



Fonte: Sérgio de Castro
722 Exibições
Comentários

nenhum comentário cadastrado!

Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem: