Seja Bem Vindo! Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017
Delphina Alice de Castro

Homenagem a Delphina Alice de Castro

Santuário Nossa Senhora de Fátima, Missa de 7º Dia em memória de
Delphina Alice de Castro, 10 de julho de 2011

A semente que caiu em boa terra é aquele e que ouve a palavra e a compreende. Este produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta – Mateus 13, 23

Agradecemos ao Pároco e Celebrante, Frei José Maria a oportunidade para neste momento saudar a todos os familiares por quem rezamos nesta Missa Comunitária.

Minha família agradece a todos - minha mãe Alice, com 93 anos foi sempre a boa semente que produziu bons frutos e a sua devoção a este Santuário se fez presente desde o início em 1940. Morou na mesma casa 64 anos onde pode se ver as
torres à poucos metros de distância.

Esta região, Sumaré e Jardim das Bandeiras, naquela época, não tinha iluminação pública e água somente no poço de grande profundidade.

Sumaré, que é uma flor, uma orquídea, era a chácara do Bispo, a Escolástica e a Vila Madalena, com o Rio Verde, um divisor de águas, agora canalizado sob a rua Abegoaria.

Agradeço ao meu irmão, José Roberto e sua esposa Marli pela dedicação, sobretudo nos últimos tempos. Só Deus pode reconhecer com justiça.

Minha mãe serviu aos seus pais, aos irmãos, aos filhos, netos e bisnetos e aos amigos. Foi sempre delicada e generosa, seu exemplo de vida e sua lembrança ficarão para sempre com todas as pessoas que a conheceram

Muito grato por tudo e a Deus pela sua vida .

3426 Exibições